top of page

O que não te contaram sobre a Segunda-feira.

“Segunda-feira é sempre um dia difícil.”

“Eu detesto Segundas-feiras.”

“Segunda-feira é o pior dia da semana.”

.

.

.

O que não te contaram sobre a Segunda-feira

Quem nunca ouviu essas frases?

Em algum momento da vida, em especial nas fases de mais juventude, a maioria de nós já disse e as repetiu muitas vezes, quase como um mantra de fim de semana.

Estou errada?

 

Mas você sabe por que a segunda-feira, coitada, ganhou essa fama tão ruim?

Vou te dar duas razões.

 

A primeira você conhece:

1-    Tem gente que não gosta da segunda-feira porque, na maioria dos países, ela representa o primeiro dia útil, ou seja, o primeiro dia de trabalho.

E quando a pessoa não gosta do trabalho que tem, fica difícil engolir a segunda-feira. Acertei?

 

A segunda, eu vou apresentá-la para você:

2-    A maioria de nós não gosta da segunda-feira, e até se sente mal, porque não sabe aproveitar o fim de semana. 🔥

 

Eu sei que depois dessa minha afirmação, vai ter gente ficando brava 😤 e vai desistir de ler até o fim, e vai ter gente que vai levar um susto 😳 e a mente vai dar uma fervida tentando entender por que eu escrevi isso🤯.

 

Não precisa de nenhum dos dois!

Respira fundo, se acalma, e acompanha o meu raciocínio, que eu vou te explicar.

 

Você percebeu que durante a semana você tem uma rotina que precisa ser cumprida, caso contrário não há como realizar tudo o que precisa ser feito?

Temos horário para acordar, horário para tomar café, horário para a ginástica, horário para começar a trabalhar, horário para pegar a condução, horário para almoçar, horário para jantar, horário para dormir etc., etc., etc.

 

O seu organismo tem uma rotina a qual ele se acostuma. E, geralmente, funciona bem com ela.

 

Quando chega sexta-feira e você começa a pensar no “Sextou”, tudo começa a ser modificado.

O horário da janta não costuma ser o mesmo, e ainda tem a provável adição do fator alcóolico; e o horário de dormir é bastante postergado.

No sábado, se você trabalha, em geral, exagera menos na noite anterior, o que provoca menos choque, mas se você não trabalha, as alterações continuam... o horário de acordar é facilmente adiado para horas depois, sem falar da possível ressaca. O café da manhã é mais tarde, e em maior quantidade, o almoço de sábado tende a ser bem diferente dos dias de semana, afinal, você come o que gosta e na quantidade que lhe convém, certo?... sem nem mencionar de novo o horário. Almoço de fim de semana é lá no meio da tarde.

Sábado à noite tem algumas opções: 

A)    a noitada regada de fritura e/ou petiscos bem diferentes e muita bebida alcóolica/refrigerante;

B)    aquela janta que, quase 100% das vezes, também acompanha muito álcool;

C)    deixo espaço livre, porque sei que as variações são inúmeras.

 

Quando chegamos no domingo, se repetem os atrasos nos horários, e a preguiça se instala, ou seu nome real – o Cansaço. À noite, quando chega a hora de dormir, você estica um pouco mais, mas não muito, mas o sono tende a não ser muito reparador. E aí você acorda no dia seguinte, ainda com sono, cansado(a), e com ódio da segunda-feira, porque você está maldisposto(a) e não rende igual.

 

Se identificou?

Ou isso não acontece com você? Só com o vizinho?

 

Dê uma pausa e respire, vamos continuar.

 

Se você achou que eu ia só falar do problema, você não me conhece... Eu costumo (ou tento) oferecer soluções para as questões problemáticas que eu levanto, porque minha filosofia sempre foi: ir à origem. Tipo aquele ditado: ‘Cortar o mal pela raiz’, saca? Sou dessas, e estou aqui para compartilhar com você.

 

Para a razão de número 1, a questão principal é a sua mente. Talvez ver o trabalho por uma perspectiva diferente te auxilie a encará-lo de modo mais otimista.

 

Nem todos conseguimos trabalhar sempre com o que mais gostamos na vida, e mesmo quando trabalhamos, vou te dizer, também temos dias ruins. A vida, às vezes, traz revezes e perdemos o trabalho de que gostamos, ou simplesmente, deixamos de gostar dele porque perdeu o sentido. O que a gente precisa é entender que o trabalho em muitas situações se torna um degrau para você alcançar outra coisa: conseguir pagar as contas; juntar uma grana extra para fazer o curso que você tanto quer; pagar a faculdade dos filhos; aprender funções novas para conseguir outro trabalho, ou alcançar outro cargo...e, muitas vezes, há razões invisíveis, que só quem está em busca de autoconhecimento consegue ver com mais facilidade.

 

 Olhe o seu trabalho como um degrau que te aproxima do seu objetivo, e te dá tempo para planejar e se preparar.

 

A razão 2 exige um pouquinho mais de explicação...

 

Você já reparou que tudo na natureza, todos os seres (do reino vegetal e animal) funcionam em ciclos e possuem rotinas? Há os animais noturnos por exemplo, que só caçam e se alimentam à noite, e têm, inclusive, sua visão adaptada para isso. Eles não funcionam da mesma maneira de dia porque seu metabolismo não se adapta.

 

Por que você acha que nós, seres humanos, seríamos diferentes?

 

Nós também somos seres da Natureza e temos nossos ciclos vinculados a ela. Portanto, durante a semana temos uma rotina mais regrada, saudável e diurna. Nossas refeições são feitas nos horários mais próximos do adequado para o nosso processo digestório, e nosso sono está mais regulado e conectado ao movimento do Sol e da Lua (do dia e da noite) promovendo um metabolismo e um desenvolvimento mais natural.

 

No fim de semana, por exemplo, quando alteramos bruscamente nossos horários, os nossos alimentos, e nossas atividades, o corpo sofre um choque gigantesco, e leva muito mais tempo para processar adequadamente os estímulos diferentes e excessivos que recebeu. Nosso corpo é incrivelmente inteligente e, por isso, consegue se adaptar até as coisas e hábitos nocivos, mas, ainda assim, ele precisa de um pouco de tempo para que isso aconteça.

 

O fim de semana tem 2 dias, ao final do domingo, quando o corpo ainda está tentando entender o que aconteceu, você o força a retornar para a rotina da semana. Consegue entender por que o cansaço e o mal-estar surgem?

 

Agora sim, posso oferecer minha sugestão...

Isso quer dizer que você não pode fazer nada diferente no fim de semana?

Claro que não!

 

Primeiro, eu gostaria de deixar claro, que a responsabilidade pelo seu corpo e sua saúde é SUA, portanto, o poder de decisão é SEMPRE seu. Você pode escolher a rotina que quiser, ciente de que há resultados, SEMPRE.

 

 Você pode fazer o que quiser de diferente, mas procure manter pelo menos os horários de acordar e dormir próximos do seu horário normal, assim você não bagunça os seus hormônios; e tente fazer suas refeições também em horários próximos das refeições semanais, e, de preferência, quando estiver com fome, pois assim você não prejudica a sua digestão e o seu metabolismo.

 

Não é difícil. Só se você quiser que seja.

 

Eu proponho um desafio. Tente aplicar esse conhecimento em sua vida por 1 mês e se observe.

Depois, se quiser, volte aqui e me diga o que percebeu. Topa?!

 

Vou ficar bem contente de ler ou ouvir o que tiver para compartilhar.

 

Vou ficando por aqui.

Espero que ajude de alguma maneira aqueles que estão buscando melhorar suas vidas.

Caso tenha dúvidas ou precise de suporte, por gentileza, entre em contato, será um prazer te ajudar.

 

Se você tem algum assunto sobre o qual gostaria que eu falasse, deixe nos comentários aqui embaixo, ou me envie pelo IG @pleaseblossom (o que preferir), se estiver ao meu alcance, responderei com prazer.

 

Beijo na testa e se cuide,

Tatïana, PleaseBlossom

🌷

24 views1 comment

1 Comment

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
Guest
Feb 21
Rated 5 out of 5 stars.

Super interessante! E faz muito sentido! De queixo caído aqui. Eu troco todos os horários no fim de semana e segunda é difícil.

Like
bottom of page